Mulher que espancou filhos pede ajuda à polícia após sofrer tentativa de agressão

A mulher filmada agredindo os próprios filhos pela avó das crianças procurou a Polícia Militar (PM) após sofrer ameaças. As quatro crianças têm de nove meses a seis anos. Segundo o 19º Batalhão, responsável pelo policiamento na Zona Sul da capital, ela parou um veículo da corporação pedindo socorro e foi encaminhada para a delegacia.

“Ela parou uma viatura da PM e pediu socorro ao sargento, dizendo que foi ameaçada por homens armados. Agora, ela está no Departamento da Criança e do Adolescente, está sob a guarda da polícia, esperando o resultado do pedido de prisão preventiva”, explica o major Eliel Thomaz de Aquino, do 19º BPM.

A menina de seis anos conta que apanhava de sola de sapato, de mangueira e fio elétrico da mãe. A avó, que filmou a agressão sofrida pelos quatro netos, explica que a neta já tinha relatado o espancamento, mas era sempre desmentida pela própria mãe. Sem saber como proceder, a mulher procurou o Conselho Tutelar em busca de uma solução.

“Toda vez que minha neta dizia que era espancada, a mãe dizia que era mentira. […] Se eu tirasse só foto, ela podia alegar que não era ela que estava espancando as crianças”, afirma a mulher, que teve o nome preservado, ao explicar a filmagem.

As quatro crianças estão sob a guarda da avó paterna, segundo o delegado Ademir de Oliveira. “Esse vídeo é de algo que ocorreu há mais de três semanas, o que descaracteriza o flagrante. Nós estamos trabalhando junto ao Judiciário outra medida para a execução da lei penal”, adianta Oliveira.

A mãe, que é usuária de drogas segundo a polícia, foi ouvida na quarta-feira (30), no Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), no bairro da Madalena, na Zona Oeste da capital. As crianças moravam com a jovem em Campo Grande, na Zona Norte do Recife, e a última agressão gravada ocorreu em 10 de janeiro de 2019.

Após o depoimento na quarta-feira, a mulher deixou os três filhos mais velhos com a avó paterna e seguiu para a casa de uma ex-cunhada, na comunidade do Bode, no Pina, Zona Sul da capital, com o bebê.

O delegado explica, ainda, que a criança de 6 anos de idade contou ter sido abusada sexualmente. Além dos exames traumatológicos, a menina foi submetida a exames sexológicos.

5 respostas para “Mulher que espancou filhos pede ajuda à polícia após sofrer tentativa de agressão”

  1. Assisti o vídeo e fiquei revoltado com essa agressão desta mulher , tenho duas e trato com todo carinho possível junto com minha esposa , gostaria de saber onde moram para poder ajuda las com aluguma coisa .

  2. E como se pode fizer que uma criatura dessa , ainda deve ser chamada mãe ? Paredão e uma bala de fuzil, seria a solução para os problemas dela, com certeza !

  3. A polícia ainda foi ajudar essa doida,qm ajudou a menina enquanto mãe espancava ela,não falo da vó da criança,pois ela ajudou denunciando essa loka…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *